Literatura:  Protagonismo feminino

A obra da Dra. Nailza Gomes retrata histórias de mulheres que foram as precursoras no movimento de emancipação feminina em Mato Grosso


A luta pela cidadania feminina e a visibilidade ao protagonismo das mulheres mato-grossenses. É este o debate que o livro “Federação Mattogrossense pelo Progresso Feminino” e a Emancipação das Mulheres em Mato Grosso traz em suas páginas. De autoria da dra. Nailza Gomes, a obra  foi lançada na última quarta-feira (15), no youtube, com participação do secretário-adjunto de Cultura, Esporte e Turismo do Estado, Jeferson Moreno, parentes das personagens do livro, profissionais que ajudaram construir a obra – e professores do Estado de Mato Grosso, como Renilson Rosa. 

“A pesquisa mostra que as mulheres conseguiram um protagonismo, mesmo numa época segregadora, por meio de atividades associativas ocorridas nas três primeiras décadas do século XX. Aponta particularidades que possibilitam dizer que as mulheres no livro apresentadas fizeram a diferença, ainda que condicionadas ao tempo, espaço e lugares de fala.”

— Nailza Gomes, escritora

Resgate histórico

O professor Renilson Rosa ressaltou a amplitude da obra. Ele chamou atenção para que o livro faça parte das referências de estudos.  “O leitor que tiver o privilégio de ler o livro da Nailza receberá um presente. Ele traz a dimensão de uma história de luta, de sensibilidade, de afeto. Você consegue viajar nas tramas do livro. Sua escrita é muito envolvente. Ela tece uma rede de contatos dessas mulheres. É uma obra completa, que precisa estar nas referências dos cursos de licenciatura, na formação de professores, nas áreas de Humanas, Linguagem. Um livro pra fazer parte da mesa de cabeceira”, elogiou o professor da UFMT.

A obra foi lançada no dia 15 de dezembro, no Youtube. 

Em suas mais de 230 páginas, a obra é ilustrada com histórias de muitas mulheres engajadas no movimento de emancipação feminina, trazendo mulheres que foram as precursoras dessa luta no estado. Sendo uma elas, a Bernardina Rich – professora negra com uma vida dedicada à luta contra o racismo, o patriarcado e a segregação social. Ela marcou a história junto com outras mulheres que também lutavam por semelhante propósito, como Maria Müller, Maria Dimpina e Benilde Moura.

“Seus nomes e imagens estampadas na capa e no interior do livro fortalecerão a reprentatividade feminina e é uma forma de homenageá-las e agradecê-las pelos serviços prestados à sociedade”, acrescenta a autora.

Em meio ao tema, as linhas sublinham, segundo a autora, a inserção das mulheres no debate político, especialmente na luta pelo voto feminino. “Mulheres lutaram no passado para que, hoje, esse tema esteja vivo pelo mundo, alcançando cada dia mais as novas gerações. É esse um dos propósitos do livro”, reforçou Gomes.   

Livros doados

Quatrocentos exemplares foram doados a instituições públicas. Desses, 370 livros doados ao Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas de Mato Grosso com sede no Palácio da Instrução, que, em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seduc/MT), distribuirá  a rede de ensino médio de todos os municípios. As escolas da rede municipal de Várzea Grande também foram contempladas. Os outros 30 livros foram  doados a outras Bibliotecas , como da UFMT, UNIC, Casa Barão de Melgaço, MISC, Casa das Pretas, IFMT, UNIVAG, entre outras.

“Com a orientação dos professores, a temática trabalhada será bastante pertinente a esse público de jovens que precisam conhecer seus direitos políticos e saberem das lutas das mulheres para alcançarem o direito à cidadania”, lembrou Nailza.

A autora

Nailza Gomes, natural de Chapada dos Guimarães, é professora da rede estadual (SEDUC-MT) e municipal (SMECEL-VG). Ela é doutora em História e mestre em Educação pela UFMT. Também é uma das autoras do livro recém-lançado: “As histórias da história de Várzea Grande-MT” e autora de capítulos de livros e vários artigos que tratam de gênero, classe e raça.

Lei Aldir Blanc

O Livro “Federação Mattogrossense pelo Progresso Feminino” e a Emancipação das Mulheres em Mato Grosso – de autoria da Dra. Nailza Gomes – foi contemplado pela Lei Aldir Blanc dentro do Edital MT Nascentes. Os recursos foram repassados pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT).  

Saiba mais

Para quem se interessar em adquirir a obra pode entrar em contato pelo número 65  9 9256-7880 ou pelo instragram da autora (@nailza_gomes_). Os exemplares serão comercializados a preços populares.

(BBF Brasil com assessoria)


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s